sábado, 21 de setembro de 2013

A loucura do Sci-Fi em 2013, parte 1/2

A Ella tem insistido que este assunto merece a atenção devida e o seu próprio "post" porque, efectivamente, o facto é notório e inegável:
Este é um Verão "orgásmico" para qualquer fã de ficção científica minimamente digno e atento!!!
Não quero com isto dizer que tenho pessoalmente alguma pancada específica por filmes de ficção científica e que tenha interesse no assunto…...arrrrgh que mentir é feio. Mas tenho que mostrar alguma contenção. Vai ser difícil. E ainda não vi todos os filmes. Vou tentar manter a calma e organizar a listagem por ordem cronológica de visionamento e futuras estreias:


0 - Oblivion, de Joseph Kosinski (o homem de…?? Tron: Legacy, ao que parece. Ok.)


Conta como 0 na lista porque estreou antes do Verão. Mas é Sci-fi e não achei nada mau! Apesar de ter o Tom das Cruzes no comando (que até tem algum jeito mas mais talhado para outros papéis tipo Top Gun e Days of Thunder, se bem que gostei de o ver no Collateral do Michael Mann e Tropic Thunder do Ben Stiller…e vá, no guilty pleasure Jack Reacher! Minority Report e War of the Worlds são também grandes filmaças de sci-fi mas nos quais gostava de ter visto outro actor principal).
Em Oblivion fica para destacar sobretudo o incrível production design que, para mim, conta imenso para bons filmes de ficção científica. Banda sonora apropriada, actores muito decentes e uma história interessante com alguns twists simpáticos. Mas aquela piscina suspensa é que não me sai da cabeça..!

1 - Star Trek: Into Darkness, de J.J. Abrams (o homem de M.I. 3, Super 8, séries Lost, Alias, Fringe, etc)

Para abertura das hostilidades de Verão não está mau (contenção, contenção…)! Depois da brilhante estreia do primeiro capítulo em jeito de reboot modernizado e actualizado com um justíssimo equilíbrio entre homenagem aos clássicos e time-line alternativa para justificar as "infidelidades", esta sequela não lhe fica atrás, agora com um piscar de olhos ao glorioso "Star Trek II: The Wrath of Khan" (de 1982, oh meu Deus!!). Tenho apenas pena que algumas das personagens secundárias não tenham tido mais protagonismo, como no 1º filme. Mas mais num digo, porque, tal como a irmã da Ella, estou a pensar vincular-me ao grupo extremista "Ouvir a banda-sonora antes de ver o filme é SPOILER!!". Ou seja, não irei revelar nada das narrativas dos filmes desta lista, se bem que não resisto em dizer que a banda sonora do filme nº3 da lista é BOMBÁSTICAAAAAA!!!!!!!!!! (contenção, contenção…)

2 - Iron Man 3, de Shane Black (realizador do...Kiss Kiss Bang Bang versão 2005, com o próprio Robert D. Jr e o Val Kilmer gay, muito bom!)


Não é bem Sci-fi mas ao mesmo tempo é. Toda a gente sonha com um computador como o Jarvis, certo? Bom, este número 3 para mim está melhor que os outros, com mauzões um pouco menos patetas com um Mandarim em grande (releio esta parte dos mauzões e, vistas as coisas, parece um total contra-senso para quem já viu o filme)! Talvez tenham exagerado um pouco com o final cheio de...e a Pepper Pots que...ok, nada de spoilers. Resumindo, vale a pena ver nem que seja em casa (agora também não têm outra hipótese), tem os bons momentos do costume com o Tony Stark a precisar de um psiquiatra. Diz que foi o último Iron Man com ele, sem contar com os Avengers. Veremos...

3 - Man of Steel, de Zack Snyder (o homem de 300, Watchmen, Sucker Punch, Dawn of the Dead, etc, grande homem!!)


Ora bem (contenção, contenção). Nem sei por onde começar. Mas há aqui vários factores que me impedem de ser completamente imparcial. Primeiro o cocktail explosivo de Zack Snyder (realizador) + Christopher Nolan (produtor e história) + Hans Zimmer (banda sonora) só podia dar bom resultado. Depois tivemos o privilégio de estrear o IMAX do Colombo com este filme. Oh meu Deus!!!! Aquilo é sempre a abrir, os actores estão perfeitos, os voos do homem de aço dão arrepios na espinha e, o mais importante, voltamos a sonhar sermos um dia o Superhomem. Saímos da sala com um sorrisinho estúpido nos lábios, mesmo depois de apanhar uma carga de porrada de décibeis e descolagens supersónicas. Penso que é tudo o que se pode desejar de um filme de super heróis! E não me venham com tretas de "ah, está muito sério tipo batman, o homem só sorri uma vez no fim do filme, etc etc etc." Não me venham com tretas, apesar de ser o 6º filme do superhomem e o 3º reboot, este é o melhor de sempre e apenas de vislumbra vir a ser superado pelo Man of Steel 2 - Batman vs Superman. Só em 2015….arrrrghhhh.

Continuação num próximo post que isto já vai longo. Que grande Verão, pena que esteja a chegar ao fim….

Não resisto em colocar um momento glorioso da banda sonora do Hans Zimmer, digam lá que isto não dá arrepios!



Louis sci-fi freak

Sem comentários:

Enviar um comentário