quarta-feira, 9 de Abril de 2014

Yonest




As boas iniciativas têm surgido em Lisboa um pouco por todo o lado. É bom ver a cidade renascer. Já por algumas vezes tinha passado pelos novos "quiosques" do Saldanha mas só hoje me aventurei a experimentar. Comprei e levei para casa os novos iogurtes gregos portugueses para o lanche. E gostei. Gostei muito. Em duas palavras: silky smooth. Uma opção saudável e fresca para os dias que agora começam a ser maiores e mais amenos. 





Deixo-vos aqui 16 ideias de toppings deliciosos para iogurtes! 


quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Les Copains d'Abord

Aqui ficam alguns momentos da nossa escapadinha por terras Italianas.
Os amigos, o reencontro, Milão, os lagos, a neve, a comida, as crianças, as conversas, a alegria.
O futuro, o presente e o passado.
Com um brilhozinho nos olhos...
Soube a pouco. Sabe sempre a pouco quando estamos entre amigos.
Até à próxima.







Lago Maggiore



Duomo (Catedral) de Milão




Galerias Vittorio Emanuele II



Leonardo da Vinci repousando em frente ao La Scala na Piazza alla Scala



Navigli by night



Tinha que terminar com comida claro... um belo risotto!

segunda-feira, 31 de Março de 2014

O primeiro ano



The new father: A dad's guide to the first year,
Armin Brott
(photo by ella)


Comprei este livro para o marido chérie muito antes do kirikou nascer e fiquei fã. Um livro simples e directo, fácil de consultar. O desenvolvimento físico, emocional, intelectual, social e verbal do bébé descrito mês a mês como eu gosto - por listas-, e juntamente com o que vai passando na cabeça dos pais e da restante família. Tem ainda uma série de ideias de actividades para os bébes. Aconselho vivamente.

Quando li este texto sobre o amor dos pais, pensei: É mesmo isto!




Livros para a gravidez... aqui!

sexta-feira, 28 de Março de 2014

Gadget'zinhos

Eu adoro livros de cozinha. Gosto. E gosto de lojas de tarecos de cozinha. No mês passado enquanto corria para uma reunião de trabalho tropecei na loja César Castro e, depois da reunião não resisti a entrar lá. Numa altura em que muitas lojas tradicionais e especializadas fecham é bom ver que há excepções. Para quem gosta, é um pequeno paraíso. Tem tudo. Para os cozinheiros profissionais, para os cozinheiros amadores e para aqueles que não gostam de cozinhar. Muitos, muitos gadgets. E os empregados uma simpatia. Ontem depois de mais uma reunião não resisti a comprar este gadgetzinho...




Charan... Depois de muitas tentativas de manter as ervas aromáticas frescas vamos ver se é desta.


domingo, 23 de Março de 2014

No extras for you!



Um amigo costuma dizer que as crianças deviam vir com algumas opções extra que facilitariam muito a vida dos pais, tais como: um botão de volume, uma asinha nas costas ou um telecomandado que facilitasse o transporte e claro, um botão on/off. Parece-me razoável.


sexta-feira, 21 de Março de 2014

Do que nos faz crescer

Paul McCartney and Mary by Linda McCartney.


Admitir que aqueles que amamos incondicionalmente também erram é difícil. Principalmente aqueles que são um exemplo para nós. Admitirmos as suas falhas e os seus defeitos dói como se fossem as nossas. São os nossos heróis e esquecemos que são Homens como nós. Por muito tempo idolatrei o meu Pai, mascarei as suas falhas. Era miúda e ele era o meu herói. Um dia zanguei-me. Já não conseguia arranjar mais desculpas. Fiquei zangada muito tempo. Revoltada. Cansada, aceitei os seus  defeitos, as suas falhas e todas as suas virtudes. Fizemos as pazes. Fiquei em paz. Nesse dia cresci. Deixei de ser menina. Vejo-o hoje com mais clareza. Por inteiro. É o meu Pai. E estará para sempre comigo. E isso é que é um herói. O meu herói.




terça-feira, 11 de Março de 2014

Afinal não é só a idade que tudo traz...


Dumbo, 1941

Desde o momento em que sabemos que vamos ser pais deveria de ser criado um fundo para dores nas costas com acesso ilimitado a massagens para o resto da vida!



sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Um jardim na cidade





Quão fixe seria ter um jardim no meio da cidade, no topo do nosso prédio e ter produtos fresquinhos todos os dias?
Este projecto inspirador fica no meio de Brooklyn, chama-se Brooklyn Grange e se quiserem saber mais é só seguirem o link.
O mundo precisa de ideias verdes como esta!



daqui!


segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2014

A família, sempre a família...



Ele queria ver o Robocop. Eu queria ver a Rapariga que roubava livros. E acabámos por ver este. Muito bom. Apesar de não ser um feeling good movie acaba por ser... No final fica aquela sensação simpática de que a nossa família é normalíssima. Como sempre neste género de intrigas a família reúne-se, ora se não é por altura de um casamento, é por conta de um enterro. E não é preciso dizer mais nada... Está tudo lá, é só deixar as personalidades chocarem e as velhas intrigas "darem à costa". Mas sem esquecer o grande elenco que dá vida ao filme, com um inegável destaque para a Meryl Streep que, apesar de já começar a ser hábito, estará muito bem encaminhada para mais um Óscar para a colecção! Vale a pena ver.




sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2014

Pedacinhos de ternura

Um passeio no Lx Factory só pode terminar com uma visita obrigatória ao laboratório da Landeau. Nham... Nham... 3 Palavras. Bolo de chocolate! Não preciso de dizer mais nada porque já estão convencidos, certo!?! E sim, só há bolo de chocolate. E será preciso mais alguma coisa, hãn?! Delicioso.








Auto-retrato do artista enquanto pai-canguru!


Tal e qual... Tenho saudades avô!


Fotos ella & louis!


Mais fotos no nosso the kind of photoblog!


terça-feira, 18 de Fevereiro de 2014

Burger Factory

Almoço de domingo tardio num dos sítios mais trendy da cidade, o Lx Factory. Parece que a febre dos hamburgueres veio para ficar, e por aqui e por ali vão abrindo novas hamburguerias. O Burger Factory é sem dúvida uma referência deliciosa na rota dos hambugueres. Até ao momento leva o prémio do mais saboroso apesar do serviço ser lento. O espaço é simpático, agradável, divertido e a decoração muito... à la Lx Factory! Para mim um Cravo delicioso com bacon estaladiço, cebola, compota de frutos vermelhos, queijo e salada. Para ele um Bombom salgado com queijo de cabra, mel, gengibre e salada. Vale a pena dar lá um saltinho...













Photos by Louis.


Lx Factory

Preço médio por pessoa: 10-15€.

sexta-feira, 14 de Fevereiro de 2014

Pensatempo para o dia dos Pombos


from Annie Hall

E agora...



Eu: Este fim-de-semana podíamos deixar o miúdo com a minha mãe e ir ao cinema?
Ele: Que filme é que querias ver?
Eu: Qualquer um.

Sei que não me posso queixar, pois apesar de tudo até temos ido ao cinema todos os meses e às vezes mais que uma vez... Mas em época de grandes estreias para os Oscars sabe sempre a pouco. Não vai ser fácil escolher... Quero ver estes todos! Bolas!

Se tivessem que escolher, qual escolhiam?


segunda-feira, 10 de Fevereiro de 2014

Para começar a semana...

Deixo-vos a música preferida do kirikou,
mas atenção que correm o risco de ficar com isto a tocar em loop durante o resto do dia!

Le lion est mort ce soir,
Pow Wow


domingo, 9 de Fevereiro de 2014

5 meses

foto by ella


Quando somos crianças temos todo o tempo do mundo. As férias nunca mais acabam. A escola nunca mais acaba. O tempo estica e dilata. Depois, começamos a trabalhar e o tempo ganha outro ritmo. Os dias passam a correr. Andamos a sonhar com as férias. Depois, temos filhos e parece que o tempo colapsa, foge por entre tarefas diárias. O ontem, o hoje e o amanhã baralham-se. Tentamos esticar os dias, as horas, os minutos para fazer mais isto e aquilo. Não temos tempo para nada. Deitamo-nos a enumerar as coisas que ficaram por fazer, a fazer listas mentais para o amanhã, a pensar no que podemos fazer melhor. Sem dar conta passam-se os meses. E os miúdos a crescer de dia para dia. E uma parte de nós que quer guardá-los para sempre assim pequeninos. Uma parte de nós que quer preservar para sempre todos esses momentos.


quinta-feira, 30 de Janeiro de 2014

Paternidade





Apesar de a educação dos filhos ser uma responsabilidade partilhada. Um projecto a dois. A chegada de um filho é vivida de modo diferente entre mães e pais. Pergunto-me muitas vezes como será viver a experiência do outro lado. Como será ser Pai? Não acredito que ame com mais ou menos intensidade por ser mãe, mas acredito que apesar do amor ser o mesmo a experiência é diferente. Hoje, por mais próxima que seja a relação com o pai, eu sou o elo de ligação entre o meu filho e o mundo. Um dia mudará e possivelmente (ou certamente) eu serei a chata mas hoje não é assim... O pai é aquele que reconhecemos e para quem temos sempre um sorriso mas queremos a mamã. E penso que se fosse eu nesse papel sentia-me triste. Talvez. Não sei. Diz-se que é normal. É a natureza. Talvez por isso eles queiram as mamãs. Talvez saibam que os papás estão feitos para a aguentar isso. Não sei.


Encontrei este blog há uns tempos e achei interessante... The reluctant father.
A perspectiva de um Pai. Adoro esta mensagem que ele deixa à filha...


Remember. Before your father was a parent, he was a person.
Young, and confused, just like you.


quarta-feira, 29 de Janeiro de 2014

Cebolinha



O Inverno não foi feito para os mais pequeninos. A ginástica de tentar vestir camadas e camadas de roupa num ser minúsculo que não colabora, esbraceja, esperneia e chora, enquanto se entoa o "atirei o pau ao gato-to, mas o gato-to não morreu-eu-eu..." parece uma prova tirada dos Jogos sem Fronteiras. Já para não falar nos narizinhos ranhosos que têm de ser aspirados com aquela maquineta manhosa... Yack! Essa sim, uma prova digna do Fear Factor. O amor incondicional é uma coisa bonita. Bonita mesmo.


quinta-feira, 23 de Janeiro de 2014

O Regresso à cozinha

Depois de quase um ano de alergia à cozinha, dores de estômago e pouca paciência, este fim-de-semana foi o momento de voltar a cozinhar. Cozinhar é para mim um pequeno prazer. Gosto de estar ali, entretida a pensar na vida, a inventar, ou simplesmente a seguir uma receita como se de um protocolo experimental se tratasse. Gosto de cozinhar sozinha. Gosto de cozinhar acompanhada, a conversar. Mas sobretudo gosto de cozinhar para os outros. Não gosto de fazer comida só para mim. Faço-o, mas sabe sempre a obrigação.
Deixo-vos a receita do frango super-easy da sogra com algumas modificações para extra-flavour que deixou um sorriso de felicidade no rosto daquele que tem todas as estrelas Michelin cá de casa, o esposo! Obrigada chefe por teres mantido a barriguinha da esposa e consequentemente do Kirikou sempre muito satisfeitas!





Photos by ella.

O frango da Sogra aldrabado

1 frango, alecrim, sal, pimenta, azeite, alho e limão

Esta receita não poderia ser mais simples e depois de ver o que os miúdos fazem no masterchefe junior está ao nível de masterchefe baby. A sério onde foram buscar aquelas crianças? Pelo sim pelo não, o Kirikou vai sempre cozinhar com a mamã, nunca se sabe...
Bom, voltando à receita... Deita-se o frango sob uma cama de fatias de limão extra finas. Num almofariz coloca-se o alecrim, o sal (> 2 colheres de sobremesa no mínimo), a pimenta, o alho (>=2), um fio de azeite e raspa de limão. Macera-se tudo e espalha-se sob a parte superior do frango. Quando terminarem salpiquem-no com ainda mais sal (não se assustem que não vai ficar salgado), coloquem no forno a aproximadamente 200º C e depois é só esperar até ficar com uma pele tostadinha e saborosa! Para acompanhar fiz umas cenouras (com sumo de tangerina, tomilho e um fio de azeite) e batatas a murro com alecrim no forno que ficaram espectaculares! Super saudável e delicioso! Nada mau para recomeçar.

Ps. O da sogra é simples, coloca-se apenas muitoooo sal sobre o frango e forno com ele. E sim, também não é preciso mais nada para ficar boooom.