sexta-feira, 10 de março de 2006

Em semana de Dia da Mulher

Dia 8, para quem não deu por isso, foi Dia da Mulher. Hoje andava eu a ler os blog's do costume e dei com este pequeno texto que me pareceu indicado para as devidas reflexões sobre a mulher e a sociedade:
"Senhor Presidente Cavaco Silva, como é que vai conseguir conciliar as responsabilidades deste alto cargo com as suas obrigações familiares?"Pergunta tola, dir-se-á. (....) Nem por isso. Foi exactamente esta pergunta que fizeram, no mês passado, à recém-eleita Presidenta do Chile, Michelle Bachelet. Uma mulher, claro. Só a uma mulher nos lembramos de fazer uma pergunta assim(....) Além disso, e dado que Michelle Bachelet é divorciada, alguém perguntou-lhe mesmo se não iria ser mais difícil suportar as agruras do cargo "sem os carinhos" de um parceiro lá em casa. Mas a senhora também respondeu à letra: "Adorava que, se neste meu lugar estivesse agora um homem, lhe fizessem exactamente esse tipo de perguntas. Desafio a que o façam no futuro..." E mais disse aos jornalistas: "Quando eu nomear algum ministro, não se esqueçam de o questionar sobre como vai equilibrar as coisas entre o trabalho político e a vida familiar, como vai ser quanto à casa, quanto aos filhos, etc..."Mas não, nunca fazemos essas perguntas aos homens. Nem eles as fazem a eles próprios.
Joaquim Fidalgo, no Público

Photo by Henry Cartier-Bresson (acho que não preciso dizer de quem se trata, espero que ninguém tenha duvidas de quem é esta feminista!)

Ella

Sem comentários:

Enviar um comentário