domingo, 22 de março de 2015

Da mamã para o papá com amor

ella


É nos dias em que estou sozinha e tenho que fazer tudo sozinha que me apercebo o quão mais fácil é ter alguém com quem partilhar as rotinas. O quão bom é ter uma boa equipa. Alguém que antecipa as nossas jogadas e nos apoia, alguém que partilha da mesma táctica e conhece todas as jogadas, alguém que festeja e chora connosco, alguém que nos dá uma palmadinha e diz "foi bem!", ou "não desiste!" ou "para próxima é melhor!". Alguém que quer o mesmo que nós para NÓS. Tenho a certeza que não poderia ter escolhido um melhor pai. Sempre soube. E sei que um dia também o Kirikou vai dizer de sorriso nos lábios e de peito cheio de orgulho... O meu pai é o melhor do mundo. E é mesmo.


Sem comentários:

Enviar um comentário