sábado, 26 de outubro de 2013

O ritual do cinema

Com esta história de responder positivamente ao apelo do relógio biológico surgem alguns danos colaterais esperados mas cuja verdadeira dimensão só é apreendida quando se vivem os factos. E o facto é....não vamos ao cinema há precisamente 72 dias, 4 horas e 33 minutos!!! (bom talvez esteja a exagerar na precisão, mas foi mesmo há 72 dias!). E nestes momentos pensamos: será que vale mesmo a pena ir ao cinema? Temos aqui um sofá tão bom e um écran com sistema de som impecável (graças a mim, claro, mas que agora pia baixinho por causa do rebento...), temos quase todos os filmes que queremos ver, temos as pipocas à distância de um micro-ondas e não precisamos de lutar contra o sono quando queremos adormecer. Sim sim sim, é tudo muito bom MAS....não é cinema caramba! Penso que todo o charme do dito "ritual" consiste no conceito de "ir", de sair de propósito para ver um filme. Combinarmos com os amigos, encontrarmo-nos para vermos em conjunto um filme para depois discutirmos amigavelmente ou furiosamente a prestação dos actores e do realizador. Para uns dizerem que superou as expectativas, para outros dizerem que não sabem como os convenceram a ir ver aquela treta de filme. Para rir em conjunto, gozar com quem chorou e comentar que o Hulk nunca esteve melhor do que na pele do Mark Ruffalo. Enfim, penso que ainda existem argumentos para justificar sair do sofá e ir gastar dinheiro para entrar numa sala obscura cheia de gente que come pipocas de boca aberta (vá esta última parte era dispensável)!


VS


Vá Ella, o rebento está farto de crescer, acho que está na altura de deixar o dito em casa das avós sedentas de miminhos e ir rapidamente matar saudades do nosso ritual!

Ps:  Por acaso o Thor novo estreia já na próxima semana, só "naquela"............

Louis

Sem comentários:

Enviar um comentário