quinta-feira, 29 de agosto de 2013

38 semanas


Nós pelo nosso iphone'zinho.



Estes últimos dias têm sido muito interessantes. Contracções a intensificarem-se e a multiplicarem-se. Ontem foi a primeira noite em que não dormimos bem, com dores na zona lombar. E o pequeno mini-moi, que normalmente está sossegado durante a noite, claramente também não estava muito contente com a situação. Será que é isto? É agora? Não, não deve ser, se não estaria a contorcer-me no chão de dores! Cada vez estou mais convencida que este sistema está mal feito. Não só pelo péssimo sistema de evacuação, mas também porque chegado "o momento" devia soar um alarme (tipo sirene dos bombeiros) para a malta saber... OK, é agora! Porque isto do corpo dar sinais é muito subjectivo, e eu nunca fui boa a interpretar sinais ou a ler nas entrelinhas. E passam-nos uma série de coisas pela cabeça... Todas as histórias que ouvimos. O que aprendemos nas aulas de preparação para o parto. O que lemos. Tudo isso vai pairando sobre a nossa cabeça... Mais de 60% das crianças nasce depois das 40 semanas. Se não rebentarem as águas têm que esperar até ao "5-1-1" para irem para a maternidade. O trabalho de parto leva em média 12 horas para o primeiro filho (depois do 511). A minha irmã foram 4 horas. A minha prima foram 48 horas. A barriga hoje parece mais descaída. Não essa barriga ainda está muito para cima. Mais isto e aquilo. E as histórias mirabolantes do programa I didn't know I was Pregnant? Pois é. Para além dos mixed signals, fica a imagem das grávidas que encontro quando tenho consulta na urgência da MAC que são mandadas para casa porque ainda não é nada de "especial". A minha médica diz: Não te preocupes quando chegar o momento não vais ter dúvidas. Será? Vale um pai ultra mega calmo para quem nunca há stress. Zen absoluto. Está tudo bem e temos mais que tempo. 

3 comentários:

  1. Está quase e tu vais saber quando for a hora :) um beijnho enorme!!

    ResponderEliminar
  2. Vais a minha frente, eu ainda aqui estou nas 27 semanas. Mas como existe um pequeno problema, placenta baixa da minha parte, existe o risco de vir prematuro, por isso já ando assim a modos que stressada e também já pensei como saberei que chegou a hora H. E sim, ouvi falar do 511, e faço tensões de ser rigorosa, mas se doer como o caraças, como serei eu paciente?!
    Devo levar logo as malas quando achar que chegou a hora ou depois mando buscar as malas!? Perguntas que parecem ridículas mas que me ralam os neurónios à noite, quando as insónias batem de força.
    Beijos grande e que tenhas a mais pequena hora possível para que tudo corra bem.
    Depois conta, por favor, que toda a informação é necessária.
    Obrigada

    ResponderEliminar
  3. Sereia! :) Beijossssss... BB***

    ResponderEliminar