domingo, 7 de maio de 2006

A History of Violence

O filme já é velhinho, estreou à quase um ano em Cannes e deste então choveram boas criticas. Na minha opinião o filme é bom mesmo... e desconcertante na forma em que nos faz pensar em nós e no tema central do filme (vejam lá se adivinham!). Primeiro apresentam-nos uma família perfeita (leia-se perfeita em relação à ideia que tenho de família) e durante o filme assistimos à desconstrução da mesma, pois por mais que se queira ou tente o passado não se consegue apagar (temos mesmo que aprender a viver com ele!). O filme está construido de forma a dar-nos o tempo e o espaço entre cada cena para podermos interiorizar, para podermos pensar na nossa própria natureza. Entre muitas cenas bem concebidas, tem para mim um momento brilhante, a cena final em que a união familiar, o perdão e a aceitação ficam suspensos entre os olhares dos protagonistas. Grande interpretação do Viggo Mortensen, que nos deixa presos na dúvida e nas suas transformações.
Ella

PS: Dificilmente escreverei aqui sobre um filme que não tenha gostado, pois seria uma perda de tempo.

Sem comentários:

Enviar um comentário