quinta-feira, 8 de junho de 2006

Promessa

Despedi-me de mais um sonho que sonhei menina. Perdiu-o. Mas tenho fé de um dia reencontrá-lo. Muita. A menina de outrora sentou-se no colo de seu pai guardando nas duas mãos fechadas uma pequena concha, o último dos sonhos sonhados. PROMETO-TE QUE NÃO TE PERCO. PROMETO-TE. PROMETO-TE.

Ella

Sem comentários:

Enviar um comentário