quarta-feira, 7 de maio de 2008

Oeufs de quoi?

Fomos apresentados há uns anos numas daquelas férias que só o Mediterrâneo e as boas companhias proporcionam. Degustei estas ovinhas cor-de-rosa de nome estranho - Tarama - e fiquei fã desde logo. Além da incursão gastronómica pelos Pirinéus Orientais acabou por aqui a degustação do Tarama até ao brilhante dia em que vou ao supermercado francíu cá da zona e compro para aprovação caseira. Eis que leio o rótulo, pela primeira vez em português. Oeufs de Cabillaud - Ovas de Bacalhau!!! O meu arqui-inimigo gastronómico. O ingrediente que me faz pesadelos desde tenra idade e que me torna alvo das piadas na noite de Natal. O único elemento na alimentação que define um português onde quer que esteja e que me dá vómitos, cru, cozido ou assado. Afinal tenho andado a comer os seus filhotes. Pior. A lamber os beiços com os rebentos do fiel amigo. Senti-me sujo, traído por mim próprio e pela minha ignorância na semântica francesa.

A verdade é que é muito bom e mesmo depois de saber isto acho que me vou ficar pelas ovas e deixar o graúdo para quem quiser. Aqui fica uma sugestão de apresentação desta iguaria.

É óptimo para entrada. Pode ser consumido simples. Eu fiz uma adaptação da receita abaixo:

Blinis à la crème de tarama: Retirado e traduzido do Meilleur du chef.com


Ingredientes para 16 blinis:
- 16 mini blinis
- 200 g de tarama
- 100 g de salmão fumado
- 1 ou 2 limões
- 2 fatias de pão de forma
- 10 cl de óleo de amendoim
- 2 colheres de sopa de azeite
- 2 colheres de sopa de crème fraiche a 15%
- Pimenta

Execução.
1 - Retirar a côdea do pão de forma, pôr numa tigela e desfazer com um garfo juntamente com o Crème fraiche.
2- Pôr o Tarama no robot de cozinha e adicionar o pão e 2 colheres de sopa de sumo de limão
3- Depois dos ingredientes misturados, juntar lentamente os dois óleos em pequenas quantidades de cada vez.
4- Quando o creme estiver homogéneo e mais espesso temperar com pimenta e sumo de limão a gosto. Levar ao frigorífico pelo menos 2 horas.
5- Antes de servir, aquecer as bilinis em forno brando
6- Cortar o salmão grosseiramente e juntar ao creme de tarama preparado
7- Colocar nas blinis e servir.
Et Voilá. Bonne Dégustation
(Mais uma para o Restô?)

Sem comentários:

Enviar um comentário