segunda-feira, 1 de setembro de 2014

1 ano

Foto by Louis

Passou um ano. E ainda não parece real. Sou mãe. Passou um ano desde a mais longa das noites que me aconteceu. Fui mãe. E ainda não sei como aconteceu. Revivo ao segundo essa noite. Cada pormenor, cada detalhe. Passou um ano. Não me esqueci de nada. E o que esqueci não aconteceu. Passou um ano. Fazia tudo outra vez. Não sou a melhor mãe do mundo. Sou a melhor mãe que o meu filho poderia ter. Em aprendizagem contínua. Há um ano que aprendo a viver com parte do coração fora de mim. Feliz por ter um coração que me sorri a cada reencontro. Ser mãe não me define mas é a melhor parte de mim.

Sem comentários:

Enviar um comentário