segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

A família, sempre a família...



Ele queria ver o Robocop. Eu queria ver a Rapariga que roubava livros. E acabámos por ver este. Muito bom. Apesar de não ser um feeling good movie acaba por ser... No final fica aquela sensação simpática de que a nossa família é normalíssima. Como sempre neste género de intrigas a família reúne-se, ora se não é por altura de um casamento, é por conta de um enterro. E não é preciso dizer mais nada... Está tudo lá, é só deixar as personalidades chocarem e as velhas intrigas "darem à costa". Mas sem esquecer o grande elenco que dá vida ao filme, com um inegável destaque para a Meryl Streep que, apesar de já começar a ser hábito, estará muito bem encaminhada para mais um Óscar para a colecção! Vale a pena ver.




Sem comentários:

Enviar um comentário