domingo, 9 de outubro de 2011

Festa do Cinema Francês XII


Em noite de Moda Lisboa nós fomos dar um pulinho à Festa do Cinema Francês. Não sem cumprir a tradição e passar antes pelo quiosque do melhor bolo de chocolate do mundo. A tradição diz que: a quando da celebração do primeiro aniversário de casamento deve-se comer uma fatia previamente congelada do bolo de casamento para dar sorte. Pois do nosso não restou nem uma migalhinha para contar a história, então fomos directamente à fonte. Porque em tempos de crise com a sorte não se brinca. Estava tão divinal como à um ano atrás.
E o filme? The Artist.
Fantástico. A ideia. O Dujardin. Muito bom. Vão ver, vale a pena. Não se assustem com o facto de ser um filme a preto e branco e mudo, nem a cor nem os diálogos são necessários ou fazem falta.


ella

Sem comentários:

Enviar um comentário