quinta-feira, 29 de abril de 2010

Primeiras impressões

A primeira coisa que tenho a dizer é que parece que toda a gente percebe mais sobre isto do que eu. Ainda ontem me lembrei que se calhar tenho que pôr na lista que é preciso comprar as alianças. Não é surpresa nenhuma. Na minha família a tradição do casamento não existe. Meaning... Os únicos exemplos de casamentos que funcionam e perduram são os dos meus avós. Todos os meus tios (3 da mãe e 2 do pai) se encontram divorciados e na maioria anunciaram que se iam casar com menos de uma semana.
Nunca sonhei com o casamento. Semprei sonhei em encontrar o Tal. E semprei pensei que casar seria afirmá-lo perante o meu pequeno mundo.
Posso ainda não saber muita coisa mas sei perfeitamente aquilo que não vou querer. Quero que seja muito pequenino, simples e com as pessoas que adoro. Não vou querer folhos, rendas, lacinhos, caudas, prendinhas para convidados, véus, meninos de alianças, damas de honor vestidas de igual com tons com cores de natureza-morta, ligas, fogo-de-artificio... E é melhor parar por aqui.
Seguem-se as cenas dos próximos episódios!

ella

Ps. Meninos mexam-se que nisto de despedidas de solteiro as meninas já estão na frente!

Sem comentários:

Enviar um comentário